Tereza Cristina oficializa saída de ministério para concorrer ao Senado

31/ 03/22
Foto/Reprodução
Tereza Cristina oficializa saída de ministério para concorrer ao Senado
Decreto publicado hoje no Diário Oficial da União oficializa a já anunciada saída de Tereza Cristina do cargo titular do Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária). À frente do PP regional, irá concorrer a única vaga no Senado nas eleições deste ano em Mato Grosso do Sul.
No decreto, assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, também consta a nomeação de Marcos Montes Cordeiro para a vaga de ministro da Agricultura, deixando a secretaria-executiva da pasta.
PUBLICIDADE
Tereza Cristina fez discurso de despedida durante evento no assentamento Itamarati, em Ponta Porã.
“Encontramos o Brasil devastado, não me arrependo um minuto das horas que podia estar no meu lazer para me dedicar a essa missão”, disse, durante o evento ocorrido no dia 29 de março, quando foram entregues títulos de propriedade rural a famílias do assentamento.
PUBLICIDADE
Tereza chegou à Câmara dos Deputados em 2019 pelo DEM, que agora é União Brasil, e ficou licenciada para assumir o ministério. Ela se filiou e assumiu a liderança do PP em março deste ano, mas o lançamento oficial com evento realizado pelo partido, ainda será agendado.
Marcos Montes Cordeiro é  médico, produtor rural e político. Foi líder e vice-líder da bancada do PSD na Câmara. Foi presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) . O ex-deputado federal (PSD) atualmente ocupa o cargo de secretário-executivo do Mapa desde fevereiro de 2019.
PUBLICIDADE
No data was found
No data was found