Tatuador atingido por ex com soda cáustica fica cego: 'mulher psicopata', diz família do rapaz

23/ 02/23
Foto: Redes Sociais
Tatuador atingido por soda
Por: Redação Veja Folha / Midiamax  |  MS
Familiares do tatuador de 30 anos, atingido por líquido corrosivo no rosto pela ex-mulher, confirmaram que ele ficou cego. O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (30) no Aero Rancho, na Capital, ele está internado na Santa Casa de Campo Grande.
Em depoimento nas redes sociais, uma das irmãs do tatuador desabafou e pediu por justiça. De acordo com ela, o crime foi cometido por ciúmes, já que a vítima costumava tatuar seios e nádegas de clientes.
PUBLICIDADE
“Essa mulher psicopata é louca, doente de ciúmes porque ele é tatuador, essa é a profissão dele, e sabemos que não existe escolhas para tatuar uma pessoa, a cliente quem escolhe, bunda, seios, seja lá onde for… meu irmão se separou dela pelo motivo dela ser doente de ciúmes, a ponto de quebrar as coisas dentro da casa, coisas de grande valor”, diz a publicação.
Segundo a família do homem, a mulher tentou atear fogo na casa dele e já acionou a polícia dizendo que havia sido agredida. Na noite desta quarta-feira, após quatro meses separados, a mulher encontrou com o tatuador na rua, se aproximou e jogou soda cáustica no rosto dele.
PUBLICIDADE
“No momento ele está cego ou seja ela conseguiu o que queria, acabar com a profissão dele, para que ele não enxergue, mas se Deus quiser, pois ele é MAIOR, meu irmão vai voltar a enxergar”, desabafou, pedindo ajuda para que justiça seja feita.
O capacete da vítima foi entregue na delegacia com resíduos do líquido corrosivo e a luva de um militar chegou a derreter após manusear o equipamento de segurança da vítima. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, com qualificação de violência doméstica e a suspeita de 41 anos, identificada.
PUBLICIDADE
O caso
Conforme o registro policial, o rapaz disse que havia acabado de sair da academia e chegava de moto em casa, momento em que viu sua ex-namorada, com quem ele informou que terminou o relacionamento há quatro meses.
Ele conta que ela sinalizou e ele parou para conversar, momento que a autora jogou em seu rosto, um liquido que estava em uma caneca. A suspeita é a de que trata-se de soda cáustica.
A vítima conta que ficou atordoada e sentiu sua face e olhos queimando. Ele relata que se deslocou por alguns metros com a moto que pilotava, quando não mais aguentou mais a dor e perdeu a visão. Ele então parou e pediu socorro na casa de um morador, onde lavou o rosto com água da mangueira, mas sua visão escureceu e não voltou mais.
PUBLICIDADE
O Corpo de Bombeiros foi acionado, e, após os primeiros socorros, foi encaminhado à Santa Casa para atendimento especializado e a equipe dos militares deslocou para delegacia para comunicação dos fatos.
Na delegacia foi entregue o capacete da vítima com resíduos do liquido e a moto que ele pilotava ficou na residência de um morador. Também consta no registro policial, que a luva de um militar chegou a derreter após manusear o capacete da vítima. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, com qualificação de violência doméstica.
PUBLICIDADE

 

No data was found
Please select listing to show.
No data was found
Gif 2

PREVISÃO DO TEMPO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS