Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória e beneficiários devem ficar atentos ao calendário

23/ 01/22
Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória e beneficiários devem ficar atentos ao calendário
Pensionistas e beneficiários do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) devem se atentar a realização da prova de vida, que voltou a ser obrigatória em janeiro deste ano. Os prazos começam a vencer já no próximo mês.
A prova de vida foi suspensa entre março de 2020 a maio de 2021 após alguns meses, em outubro, ocorreu uma nova suspensão devido à pandemia da covid-19 no país. O procedimento tem como objetivo evitar fraudes e garantir a manutenção do pagamento feito pela Previdência Social
Aqueles que não realizaram a prova de vida no período entre novembro de 2020 e dezembro de 2021 devem o fazer em 2022. O procedimento pode ser realizado através da própria agência bancária onde a pessoa recebe o pagamento, por biometria facial ou digital.
 É possível que o próprio titular do benefício realize o procedimento ou um representante legal dele, como procurador, tutor, curador ou administrador provisório. Com intuito de evitar aglomerações nas unidades financeiras, o órgão estabeleceu um cronograma baseado no mês de nascimento dos beneficiários.
Calendário
Confira os prazos para cada caso. O bloqueio para todos os beneficiários que não se manifestarem no período acontece em 1º de julho.
  • Até 28 de fevereiro de 2022 — quem tem prova de vida vencida até dezembro de 2020;
  • Até 31 de março de 2022 — quem tem prova de vida vencida entre janeiro e junho de 2021;
  • Até 30 de abril de 2022 — quem tem prova de vida vencida entre julho e agosto de 2021;
  • Até 31 de maio de 2022 — quem tem prova de vida vencida entre setembro e outubro de 2021;
  • Até 30 de junho de 2022 — quem tem prova de vida vencida entre novembro e dezembro de 2021.
Onde fazer a prova de vida?
O cidadão pode comparecer presencialmente no banco onde recebe seu pagamento. Algumas instituições bancárias oferecem alternativas, como prova de vida pelo caixa eletrônico ou por aplicativos.
O beneficiário deve confirmar as opções disponíveis e o horário de funcionamento junto ao banco, pois algumas  instituições oferecem horários diferenciados para os beneficiários do INSS.
Fazer a prova de vida pelo celular
  • Faça o download do aplicativo Meu INSS e, em seguida, o login;
  • Uma mensagem avisando que chegou a hora de realizar a prova de vida deve aparecer, com um botão nomeado “Instale o Meu gov.br”;
  • Clique em “Autorizações”, selecione a pendência e clique em “Autorizar”;
  • Para tirar a foto, o aplicativo pedirá para utilizar a câmera do celular para tirar fotos e fazer vídeos. Escolha “Permitir”;
  • O sistema também solicitará uma informação do documento que está no cadastro do governo, como a data de emissão da CNH digital. Informe;
  • Em seguida, posicione o rosto no centro do círculo na tela do celular. O sistema solicitará que o usuário faça alguns movimentos;
  • Uma barra azul indicará quantos segundos faltam para a conclusão dos movimentos e, em seguida, a prova de vida será concluída.
Como regularizar após o bloqueio?
Caso o pagamento só esteja bloqueado ou o benefício esteja suspenso, o beneficiário deve ir ao banco e realizar a prova de vida. Com isso, o benefício pode ser reativado e os pagamentos liberados. Em casos de cessação do benefício, a pessoa deve pedir a reativação do benefício pelo Meu INSS.
No data was found
No data was found