Labradora Cindy vai ajudar no resgate de vítimas dos deslizamentos em Petrópolis

22/ 02/22
Cindy e o sargento Luciclei. (Foto Paula Francis)
Labradora Cindy vai ajudar no resgate de vítimas dos deslizamentos em Petrópolis
Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul vai enviar dois cães, com os respectivos condutores, para trabalharem no resgate de vítimas das enchentes e deslizamentos em Petrópolis, no Rio de Janeiro. A equipe deve seguir para a cidade na manhã desta quarta-feira (23).
Serão enviados a pastora belga malinois Mali, conduzida pelo aluno sargento Medeiros, e a labradora Cindy, com o sargento Luciclei. Os militares e os cães sairão de Campo Grande em duas aeronaves do Corpo de Bombeiros, às 6h30, no Aeroporto Santa Maria.
PUBLICIDADE
Nesta terça-feira (22), foram confirmadas 182 mortes e ainda 89 pessoas desaparecidas após as fortes chuvas em Petrópolis, que causaram os deslizamentos. Mais de 800 pessoas estão vivendo em abrigos na cidade.
Buscas em São Gabriel do Oeste
Em janeiro deste ano a labradora Cindy, que pertence ao canil do 5º Sub grupamento Independente de Bombeiros de Coxim e, o sargento Luciclei, fizeram parte da missão de busca a Tânia Bonamigo que desapareceu enquanto fazia trilha na região da cachoeira Los Pagos em São Gabriel do Oeste. Mesmo com todos os esforços e equipamentos empregados na força tarefa, nenhuma pista foi localizada.
PUBLICIDADE
Buscas em Brumadinho
Em 2019, equipe de busca e resgate com cães, do Corpo de Bombeiros de MS, auxiliou nas buscas em Brumadinho (MG). Cindy, que agora segue para Petrópolis, também participou das buscas naquela época. A tragédia na barragem da mineradora Vale deixou 270 mortes confirmadas e 6 pessoas continuam desaparecidas.
PUBLICIDADE
No data was found
No data was found