Governo de MS manifesta à UFMS interesse pela concessão do estádio Morenão

11/ 06/24
Estádio Morenão, em Campo Grande. Foto: TV Morena
Estádio Morenão CG
Por: Redação Veja Folha |  MS
Durante a reunião da Comissão de Desporto da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, na tarde desta terça-feira (11) foi entregue carta assinada pelo secretário da Setesc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania), Marcelo Miranda, com a manifestação de interesse do Governo do Estado em receber a concessão de uso e administração do Estádio Pedro Pedrossian, o ‘Morenão’.
A manifestação é endereçada ao reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Marcelo Turine, pois a instituição é proprietária do estádio, localizado inclusive dentro da Cidade Universitária.
Caso seja aceita a concessão, a “administração do espaço será realizada pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul, visando facilitar a realização das reformas necessárias pelo ente estatal”, diz a carta.
Assessor fala em R$ 38 mi para terminar reforma
O assessor jurídico da Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), responsável junto à UFMS pelo Estádio Morenão, afirmou na tarde desta terça-feira (11) que uma reforma completa no estádio deve custar R$ 38 milhões aos cofres públicos.
Segundo ele, o atual termo de fomento, previsto em R$ 9,4 milhões não foi suficiente para a reforma, sendo que até o momento, apenas os banheiros foram reformados, com custos de R$ 1.566.181,62. Desta forma, o saldo em conta do termo de fomento é de R$ 7.838.761,08.
Entretanto, a estimativa para conclusão da reforma da infraestrutura, segurança e cadeiras da área coberta totalizam R$ 38.904.711,10 e seria inviável continuar a parceria com termo de fomento.
Durante sua fala, afirmou ainda que está trabalhando para devolver os valores remanescentes e encerrar a parceria.
No data was found
Please select listing to show.
No data was found
Gif 2

PREVISÃO DO TEMPO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS