Gaeco deflagra operação para apurar fraude na contratação de empresa para realizar concurso publico e apreende R$ 180 mil em dinheiro

11/ 06/24
Policiais conferindo dinheiro apreendido em operação. Foto: MPMS
Policiais conferindo dinheiro apreendido em operação
Por: Redação Veja Folha |  MS
O Ministério Público de Mato Grosso do Sul deflagrou nesta terça-feira (11) a Operação Sommelier, que apura a existência de um grupo criminoso responsável por fraudar a licitação pública para contratação de uma empresa para a realização de concurso público para o provimento de cargos na Prefeitura de Douradina, região sul do estado.
A investigação conduzida pela 1ª Promotoria de Justiça da comarca de Itaporã, e as ações foram coordenadas pelo Grupo Especial de Combate à Corrupção (GECOC) e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO).
Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nos Municípios de Douradina, Dourados, Itaporã e Florianópolis.
Segundo nota, publicada pelo MPMS, servidores públicos e o empresário “vencedor” do certame haviam se organizado para fraudar a licitação e desviar dinheiro público mediante superfaturamento.
Dinheiro apreendido durante a operação. Foto: Divulgação / MPMS
Durante o cumprimento das diligências foram apreendidos cerca de R$ 180 mil em espécie.
A operação contou com o apoio operacional da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul e do GAECO do Ministério Público de Santa Catarina.
Sommelier, termo que dá nome à operação, está relacionado ao fato de a empresa contratada para realizar o concurso público ser de “fachada”, cuja sede era uma loja de vinhos em Campo Grande.
No data was found
Please select listing to show.
No data was found
Gif 2

PREVISÃO DO TEMPO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS