Alternative content

Get Adobe Flash player

Meteorologia

Em manhã gelada, sensação térmica chegou 11 graus negativos em MS

O dia amanheceu mais gelado que a terça-feira, dia que já havia batido recordes de baixas temperaturas em Mato Grosso do Sul nos últimos 8 anos, segundo o meteorologista Natálio Abrahão.

Termômetros que marcavam menos 1,8ºC antes das 6h, chegaram aos 2,3ºC negativos por volta das 6h30, em Bela Vista, no sul do Estado. A sensação térmica chegou a ser de menos 11ºC por lá.

PUBLICIDADE

A temperatura também caiu de 0,7ºC para 0,3ºC em Dourados, onde a sensação de frio era de menos 3 graus, conforme medição feita pelo meteorologista.

Em Rio Brilhante, a “capital” do frio em Mato Grosso do Sul, fazendo menos 2,1 graus meia hora depois das 6h, o frio era de 10 graus negativos.

Em Campo Grande, fez 3,7 graus antes das 6h, mas termômetros chegaram aos 3ºC um pouco mais tarde e a sensação térmica que era de zero grau, passou a menos 1.

PUBLICIDADE

São Gabriel do Oeste registrou 3 graus com sensação de 1 grau. Em alguns pontos do município foram registradas formação de geada.

Camapuã marcou 5 graus de mínima. A sensação térmica de 3 graus fez com que o camapuanense sentisse frio ainda mais intenso.

Nesta quarta-feira (30), último dia do mês de junho, com novos recordes de frio. Trinta e dois municípios registraram geada, de acordo com o levantamento de Natálio Abrahão. Alguns municípios enfrentam nevoeiro. "Com nevoeiro e geada forte, há chances de nevar", explica o meteorologista.

PUBLICIDADE

Na área rural de Vicentina, onde o Inmet registrou mínima de 4ºC, também geou. Morador da Estância Vessani fez fotos do pasto congelado.

A máxima não passa dos 22ºC no Estado, embora a previsão do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para hoje seja de predomínio de sol em quase todo Estado.