Alternative content

Get Adobe Flash player

Interdição

Manifestantes bloqueiam BR-163 em Rio Verde em protesto contra fábrica de cerâmica

Protesto é pela falta de pagamento de funcionários e más condições de trabalho.

Em torno de 40 trabalhadores e sindicalistas ocupam neste momento a rodovia BR-163 na cidade de Rio Verde. A interdição, iniciada por volta das 10 horas de hoje (11), é realizada como forma de protesto pela falta de pagamento de funcionários de uma fábrica de cerâmica local.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, a ocupação de integrantes da CUT e SINDCON ocorre no quilômetro 682 da BR-163, com cerca de três quilômetros de congestionamento em ambos sentidos, no momento sem desvios, sem previsão de liberação.

Uma equipe da PRF da Unidade Operacional de São Gabriel do Oeste está neste momento no local prestando atendimento e até o momento, não foi relatada ocorrência de violência na manifestação.

Foto: Divulgação, Sintracom

Foto: Divulgação, Sintracom

Segundo os sindicalistas, os trabalhadores estão há dois meses sem receber salários e o pagamento do décimo terceiro referente ao ano de 2015. Além disso, outra reivindicação feita pelo grupo se deve as más condições de trabalho oferecidas pela empresa, que segundo relato de funcionários, não está fornecendo os equipamentos de segurança necessários, colocando em risco a saúde dos empregados.

“Estamos na cidade para resolver de uma vez por todas a situação dos trabalhadores. Estes problemas se arrastam há vários meses e precisam de uma solução”, destacou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e do Mobiliário de Campo Grande (Sintracom),  José Abelha.

Em março deste ano, o Sintracom, registrou denúncia no Ministério Público do Trabalho para fiscalizar a situação na fábrica de cerâmica Fênix.

Liberação

De acordo com a PRF, a liberação do tráfego no trecho ocupado pelos manifestantes, ocorreu por volta das 13h30 desta quarta-feira.

 

Suzana Vanessa

Matéria editada às 17h20, para atualização de informações.