Alternative content

Get Adobe Flash player

Eleições 2020

De olho nas eleições municipais, Aliança Pelo Brasil busca reconhecimento do TSE para ser o novo partido político do Brasil

O novo partido Aliança pelo Brasil quer ser conservador de costumes e valores familiares e liberal na economia.

Na noite desta quinta-feira (07/02), São Gabriel do Oeste-MS, recebeu o 1º Encontro Regional Aliança pelo Brasil, visando angariar apoiadores à criação do novo partido articulado pelo presidente Jair Bolsonaro. O evento aconteceu no Plenário Vereador Joaquim Honório Sobrinho da Câmara de Vereadores do município.

Foto: Victor Currales

Lucio Lagemann, um dos organizadores locais da iniciativa, explicou durante a sua fala de apresentação do projeto, que o movimento é uma reunião em prol da criação do Aliança pelo Brasil. Na oportunidade as pessoas interessadas puderam preencher fichas de apoio ao novo partido.

De acordo com Lucio, diversas cidades do Estado têm simpatizantes e lideranças e a intenção do movimento é realizar essas reuniões até o fim de março e início de abril. “Estamos indo muito bem. Já alcançamos a meta e o objetivo agora é aumentar triplicar o número de apoiamentos.

Eleições 2020

Sobre o pleito municipais deste ano Lucio esclareceu a nossa reportagem que antes de tudo e legitimar e transformar o movimento Aliança Pelo Brasil num partido e por isso é importante a participação daqueles que concordam com a ideia deste novo partido, destacou ele, ao explicar a iniciativa deste primeiro encontro em São Gabriel do Oeste e conforme agenda divulgada nas redes sociais do Aliança, o próximo destino será a cidade de Bataguassu neste sábado, será a vez de Três Lagoas, Dourados, Maracajú, Sidrolândia, Corumbá e demais regiões do Estado.

A orientação é para que os aliados tenham sua visão afinada com o Presidente Jair Bolsonaro e confiram com antecedência se já não estão filiados em outro partido político já que nestes casos a ficha é excluída pelo TSE. Por outro lado, caso o apoiador prefira, é possível enviar o documento por contra própria.

Lucio Lagemann, que obteve 4.604 votos nas eleições de 2018, quando concorreu para Deputado Estadual, foi Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico no início da atual gestão de São Gabriel do Oeste, hoje está lotada na SEMAGRO- Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, na Assessoria de Logística, explicou que o objetivo do partido é a disputa nos municípios das eleições de 2020, e aí já prepara o partido para as eleições de 2022.

Em São Gabriel do Oeste o movimento já contabiliza mais de 250 apoiadores e aguardará as orientações do presidente Bolsonaro, a expectativa é que o novo partido seja oficialmente criado até o final de março deste ano e esteja apto a participar das eleições 2020”, finalizou.
O Assessor jurídico do Deputado Estadual Coronel Davi, Rafael Scaini, também fez uso da palavra e discorreu rapidamente sobre a história do PSL em Mato Grosso do Sul, apresentando então as razões da caminhada pela consolidação do novo partido no Brasil.

Deputado Federal Luiz Ovando - Foto: Victor Currales

Já o Deputado Federal, Dr. Luiz Ovando, que obteve 800 votos para Deputado Federal em São Gabriel, iniciou agradecendo o município pela expressiva votação então. Explanou sobre o contexto político do PSL, partido que antecede a criação do Aliança pelo Brasil, que está sendo organizado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), Ovando reconheceu que tem participado das ações e movimentações em Mato Grosso do Sul, já que a sigla será seu “destino” assim que for criada oficialmente. “Estamos empenhados em conseguir as assinaturas necessárias para que ele (partido) entre em funcionamento”.

Em desconforto com a presidente regional do PSL, a Senadora Soraya Thronicke, porém participando das discussões internas do novo partido “Aliança pelo Brasil”, o deputado federal Luiz Ovando pediu desfiliação do PSL, por justa causa. Ele alega que não existe “clima político” para continuar na legenda e que apenas aguarda o aval do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para sacramentar a saída.
Organizadores do Aliança pelo Brasil em Mato Grosso do Sul, realizaram em Campo Grande no dia 01/02, um ato que contou com pelo menos 400 apoiadores.

O evento foi marcado por muita expectativa pelos presentes na câmara que foi prestigiada pelos vereadores Rogerio Rohr, Fernando Rocha, Rosmar Alves, Valdecir Malacarne, Angelo Mendes, Luizinho Freitas, presidentes de entidades representativas, presidente de partidos e lideranças políticas, empresários, convidados e pela vice-prefeita Ivone Terezinha Pierezan.

Foto: Victor Currales

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Victor Currales